domingo, 3 de julho de 2011

PETAR - Iporanga - SP

PETAR – Iporanga – SP, 22, 23, 24, 25 e 26 de Junho de 2011.

Mais uma organização através do fórum Mochileiros.com, que marcou o reencontro dos amigos mochileiros e a interação com as novas amizades. O número de mochileiros dessa vez praticamente dobrou.  A idéia de visitar o PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira) surgiu numa conversa via MSN entre o Pexe e eu, após retornarmos da viajem a Chapada dos Veadeiros - GO, questionávamos qual seria o próximo destino e na mesma hora o Pexe citou o PETAR. Para sabermos a aceitação da galera, foi criado um tópico no Mochileiros.com onde foi muito bem respondido e todos aderiram à idéia. Não posso deixar de parabenizar a organização e o empenho de todos.

Camping do Benjamim
Algumas pessoas foram de carro próprio, outras escolheram ir de van. O ponto de encontro foi o aeroporto de Congonhas. Meu vôo saindo de Brasília ia para Guarulhos, e de lá para Congonhas fui de carona com o Pexe, Pexinho e sua mãe. Chegando a Congonhas, faltávamos nós três. Localizamos a van, embarcamos e seguimos viajem. A van seguir com os seguintes mochileiros: Pexe, Pexinho, Lidiane, Liliane, Ingrid, Giovanna, Léo, Pâmela, Dani, Ana, Jaci, Rafael, Flávia e eu. 
Caverna Santana
O motorista dessa van perdeu feio para o Sr. João (motorista da van que nos levou a Chapada dos Veadeiros-GO), não interagiu muito, não falava nada engraçado, a van dele não quebrou (risos) e etc.  Durante a viajem, paramos algumas vezes para abastecer (cerveja), já que o Pexe e eu estávamos a frente junto com o motorista e não podíamos dormir, ao contrário da galera que estava atrás que foi sentando e dormindo. O que mais impressionou, foi o Pexe não ter dormido, até achei que ele não estivesse bem, pois foi a viajem inteira acordado, chagamos em Iporanga por volta de 06:00hs. 
Caverna Santana
Uma parte da galera ficou na pousada da Diva (www.pousadadiva.com.br) e os outros e eu, ficamos no Camping do Benjamim (www.campingdobenjamim.com.br), foi o tempo apenas de montar as barracas e ir ao ponto de encontro para sairmos para a primeira trilha. Quanto as agências, a escolha foi bem dividida também, alguns escolheram a Ipotur (www.ipoturpetar.com) e outros escolheram a Parque Aventuras (www.parqueaventuras.com.br). 
Caverna Santana
Nós do grupo Parque Aventuras, fomos com os guias Nico e Quissuco. Visitamos a Caverna Santana, impressiona por sua forma, estávamos bem orientados com o Nico e o Quissuco, sempre explicando todos os detalhes, a formação de estalactites, estalagmites, estalagtêtas e outros que apareceram durante a exploração. Fizemos alguns blackouts no interior da caverna para e sentimos o quanto é fria, completamente escura e só escutávamos o barulho da água. 
Rio Betari
Seguimos para a caverna Morro Preto, como dizia o Quissuco, nenhuma caverna é igual a outra, é verdade, a caverna Morro Preto era um salão imenso, foi habitada por povos primitivos há milhares de anos, seus vestígios foram encontrados no final do século XIX pelo pesquisador Ricardo Krone. Exploramos a caverna do Couto, completamente diferente das outras duas visitadas. 
Caverna do Couto
Ao contrário da caverna Santana e Morro Preto, na caverna do Couto entramos por uma passagem e saímos por outra, caminhando sobre as pedras dentro da água super gelada, no outro lado fechamos o dia visitando a cachoeira do Couto. Na volta para o Camping, paramos no mirante para apreciar o final da tarde. Foi um dia proveitoso, estávamos sem dormir e fomos direto para as cavernas, nos restou apenas tomar um banho, sair para jantar, passar na pousada da Diva onde a galera tava se aquecendo numa fogueira ao som de violão e fomos dormir. 
Cachoeira do Couto
No dia seguinte, o grupo diminuiu, algumas pessoas que escolheram fazer o rapel na Laje Branca tiveram que seguir com o Quissuco e o pessoal que escolheu explorar as cavernas seguiram com o Nico. Fizemos a trilha do Betari, tivemos que atravessar por dentro do rio em alguns trechos, a água estava muito gelada. Conhecemos a maravilhosa cachoeira das Andorinhas e ao lado dela a cachoeira do Beija-Flor. 
Mirante
Fizemos uma parada para o lanche e seguimos para a caverna Cafezal, foi uma visitação rápida, pois não estava inclusa, mas o Nico nos levou sem compromisso já que o horário estava compatível. Seguimos para a caverna Água Suja, foi a primeira caverna que tivemos que caminhar dentro da água. Sempre fazendo alguns blackouts para apreciar o som das águas correndo no interior da caverna. Retornamos pela trilha do Betari e finalizamos mais um dia de exploração. 
Rio Betari
Nesse dia, com as energias recuperadas, fomos apreciar uma festa Junina da cidade de Iporanga. Foi o momento em que todos os mochileiros se aproximaram e puderam trocar algumas idéias e fazer algumas amizades, era o momento de interação que faltava, já que estávamos separados por grupos nos passeios e isso evitava o contato com os outros mochileiros. 
Rio Betari
Nesse dia tivemos várias revelações, o Pexinho e o Japonês mandando ver no violão, o Pexe comandando o famoso Cajón e dando cambalhotas sobre as pedras no meio da rua, durante a festa muita gente tímida se soltando. No outro dia, fomos explorar a caverna Ouro Grosso com o guia Quissuco. O grupo estava menor ainda, mas ninguém foi fazer rapel, a festa junina que foi boa demais, até o Nico ganhou uma folga por extravasar na festa. 
Caverna Cafezal
Durante a trilha tivemos que passar por dentro de uma figueira até chegar à entrada de 0,80m X 0,80m para a caverna. Foi a caverna mais apertada que exploramos, fomos surpreendido por uma cachoeira e uma piscina natural no seu interior, uma das coisas mais impressionantes que já vi. Não hesitei e caí na água junto com o Ricardo e a Dani. Fizemos outra trilha até a caverna Alambari de Baixo, outra caverna que tivemos que caminhar por dentro da água gelada e desviando das estalactites. 
Caverna Água Suja
Em minha opinião, essas foram as melhores cavernas que visitamos junto com a caverna Água Suja. Retornado ao Camping, organizamos algumas coisas para não perder tempo no dia seguinte, o dia de ir embora, e saímos para a última noite em Iporanga. Fomos a outra festa junina, dessa vez na rua, a festa acabou cedo e decidimos fazer nossa própria fogueira a margem do rio Betari, ao som do Violão, Triângulo e Zabumba. Uma noite de despedida perfeita! 

Despertamos cedo no dia seguinte, desmontamos as barracas, juntamos as coisas, a van já nos aguardava no entrada do Camping, guardamos as mochilas e fomos dar um último abraço nos amigos que estavam ficando e que iam para outros lugares. Fomos até a pousada da Diva para buscar os outros passageiros da van. Algumas pessoas que vieram na van, por precaução, conseguiram uma carona para chegar a tempo em Guarulhos. 
Voltamos na van: Lidiane, Liliane, Ana, Dani, Pâmela, Pexe, Pexinho, Léo, Jaci e eu. Imaginei um fluxo de veículos maior, mas retornamos bem em Congonhas. Outro momento complicado, ver cada um indo para um lado, ter que despedir sem saber quando vamos nos ver novamente. Com a mochila nas costas fiz amigos de verdade. O Léo perdeu o vôo e só conseguiu ir embora na segunda-feira. Novamente a mãe do Pexe me deu uma carona de Congonhas a Guarulhos. Tive um problema com a minha passagem, mas consegui ajustar e embarcar.

Chegando a Brasília, fui recepcionado pela triste notícia do falecimento de uma tia muito próxima e querida, Nilza Fernandes (1967-2011). Gostaria de dedicar mais essa aventura a ela, que era uma das pessoas que mais apreciava minhas fotografias e uma das seguidoras mais fiéis desse blog. Descanse em paz.

Caverna Santana
Caverna Morro Preto
Caverna do Couto
 
 
Cachoeira das Andorinhas

Cachoeira do Beija-Flor

Caverna Água Suja
Caverna Água Suja
  
Caverna Água Suja

Figueira

Entrada para caverna Ouro Grosso

Caverna Ouro Grosso

Caverna Ouro Grosso

 
Caverna Alambari de Baixo

 
Caverna Alambari de Baixo

 

5 comentários:

  1. Amigo Flavio, essa trip foi sensacional, adorei conhecer a galera, os passeios, tudo bem perfeito!! Tirando a minha volta por ter perdido o Voo né kkkk mas teve o lado bom também (hehehehe)
    Parabéns pelo site.

    Abraços e Muito Sucesso.

    ResponderExcluir
  2. Léo,

    Foi bom conhecê-lo também. Espero que possamos realizar outras aventuras com essa galera especial. Nem fale do vôo da volta, também tive problemas. Mas tudo se resolveu. Obrigado.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Salve, galera,

    Muito legal a trip de vcs.
    Gostaria muito de trocar contatos e participar de uma dessas aventuras.

    haluysio@gmail.com
    https://profiles.google.com/haluysio

    http://www.mochileiros.com/member/Prostituto%20d%27Trilhas/

    Me passem os contatos de vcs ou adicionem no mochileiros (coloquei o link bem aqui em cima).

    Um abraço,

    ResponderExcluir
  4. Nick Drake,

    Já está adicionado no Mochileiros.com
    Em breve teremos mais aventuras.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Best Places To Bet On Boxing - Mapyro
    Where To kadangpintar Bet On Boxing. It's 출장마사지 a 토토 sports 1xbet 먹튀 betting event in which you bet on the outcome of a game. In the boxing world, each casinosites.one player must decide if or not to

    ResponderExcluir

Comente aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...