sábado, 15 de setembro de 2012

Chapada Imperial - DF



Desta vez fomos conhecer a famosa Chapada Imperial - DF, o local é uma reserva ecológica particular que vem sendo preservada desde 1986. Tem formação bastante diversificada.  Reúne áreas de cerrado “senso stricto”, cerrado rupestre, cerradão, matas mesofíticas (interflúvio e calcária), mata de galeria, campo cerrado, campo de murundum, campo sujo, campo limpo, campo úmido, brejo e veredas. Tem uma área aproximada de 4800 ha e está localizada na  APA de Cafuringa – Área de Proteção Ambiental. 

Inúmeros animais fazem da CHAPADA IMPERIAL seu habitat natural e, entre eles, muitos ameaçados de extinção, tais como onça, lobo-guará, tamanduá-bandeira, tatu-canastra, tornando-a um santuário ecológico. Tem formações rochosas e canions em terrenos acidentados com cerca de 95% preservados: são terrenos que se situam sobre rochas com mais de um bilhão de anos e cobertos por vegetação típica dos cerrados. A Chapada Imperial tem localização privilegiada e encontra-se no ponto mais alto do Distrito Federal, 1342 metros. Apenas 50 km do centro da capital federal. Maiores informações em: www.chapadaimperial.com.br

Cachoeira Rainha
Girleane, Débora, Sabrina, Hemerson, Luana, Flávio e Sandra
 

Guia Wellington



Entramos em contato a Marta, através do número 061 99619068, ela foi muito educada e atenciosa, pediu que enviássemos por e-mail a lista dos integrantes. Depois de falar com a Marta divulguei em nossa fan page Amigos de Mochila para encontrar outros aventureiros e encontrei 09 pessoas, Hemerson, Luana, Heverton, Girleane, Débora, Sabrina, Jonathan, Luana, Sandra e eu. 

Enviamos a lista para a Marta e o nosso passeio estava garantido. Chegamos ao local às 09:00h, fomos recepcionados por uma arara azul em cima do carro, segundo o senhor que trabalha no local elas sempre recepcionam os visitantes desta forma porque elas estavam acostumadas a comer a comida que os visitantes davam pra elas, agora pedem para que não façamos mais isso para reeducar as aves e mostrar que no cerrado tem frutos para se alimentarem também. 

Os guias começam a formar grupos com para iniciar as trilhas às 10:00h. Optamos pela trilha longa (4km) e fomos guiado pelo Wellington, um jovem humilde, competente e animado. O grau de dificuldade da trilha é moderado, onde passamos por todo percurso visitando 30 cachoeiras com parada nas melhores para banho. 

Durante a trilha fomos encontramos duas cobras, uma Jararaca e uma Jibóia que descansava tranquilamente num galho de uma árvore enquanto outras pessoas se refrescavam na sombra que o galho fazia, até observarem que a cobra estava ali, claro. Quando avistaram a Jibóia cada um procurou sua trilha rapidamente. 

Outra atração foi a Purga, uma incansável cachorrinha que nos acompanhou do início ao fim da trilha. Chegando a cachoeira da rainha não resistimos ao ver as pessoas descendo de rapel e finalizando a descida de tirolesa, a maioria resolveu descer os 20m também. Uma boa experiência pra quem nunca fez rapel numa cachoeira. 

Após concluirmos a trilha, era hora de voltar à sede, mas não esperávamos que tivesse uma longa subida até o carro que ia nos levar de volta. Já estávamos desgastados, o sol estava muito quente, os mais despreparados sentiram muito a subida, algumas pessoas chegaram a sentar no chão e até desmaiar durante o retorno. Foi um alívio quando chegamos ao carro. 

Na sede tem chuveiros que lhe dá a opção de tomar um banho e trocar de roupa antes do delicioso almoço caipira, não esqueço daquela galinhada. Após o almoço o ambiente lhe proporciona alguns lugares para descansar, como as concorridas redes. No final do dia curtimos as atrações da sede, fizemos o arvorismo, paredão de escalada, tirolesa, apreciamos os animais e assim encerramos mais uma aventura.







Jararaca

Luana



Heverton
Débora










Jonathan

3 comentários:

  1. Adorei achar o site de vcs!
    Gosto bastante de fazer trilhas, conhecer cachoeiras e etc, mas faço muito pouco :(
    Estou querendo ir a Chapada imperial no próximo feriado, mas tenho algumas dúvidas... Se vcs puderem me ajudar, agradeço!
    - qual a melhor trilha e dá para fazê-la e ainda ir na tirolesa e arvorismo, tudo no mesmo dia?
    - Há chances de chuva no final de semana do feriado, vcs acham que atrapalha o passeio?
    :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaís, bem vinda ao nosso blog!

      Todas as programações são feitas num único dia. De 09h00min às 17h30min. Mas você tem a opção de acampar e fracionar as atividades. Identificamos a trilha longa como a melhor opção, fizemos a trilha de 4km, fizemos rapel de 20m e tirolesa na cachoeira rainha, retornamos de pau de arara para a sede, almoçamos e fizemos arvorismo e tirolesa na própria sede. Há também piscinas naturais para você relaxar a tarde. Em relação a chuva, pelo menos para nós, não seria problema, é mais um atrativo natural. Só é necessário redobrar a atenção na trilha, pois a água torna as pedras mais escorregadias.
      Procure combinar com a Marta Imperial, ela vai esclarecer todos os detalhes pra você.

      Nos mostre suas fotografias depois e ótimo passeio.

      Excluir
  2. camilafnaves@hotmail.com5 de fevereiro de 2014 23:34

    Precisa fechar com antecedência para fazer trilha?? é necessário guia?? qual valor? Qntos Km de Luziânia??

    obrgada!!

    ResponderExcluir

Comente aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...